Dentro da mina              Inside the mine

A Companhia Minas da Passagem

A Companhia Minas da Passagem, constituída em 1927, para assumir o acervo da "The Ouro Preto Gold Mines LTD. " iniciou trabalhos de mineração de ouro de galeria e de ouro aluvionar, através de dragagem no Ribeirão do Carmo e seus afluentes desde então. As atividades de mineração nas galerias vêm sendo tacadas com certos intervalos de suspensão temporária, ora para reavaliações de natureza técnica, ora por motivos econômicos, esses principalmente ligados ao preço estável de Ouro por largo período. À partir de 1965, a CMP passou por várias crises financeiras, que a obrigou a uma procura por outras atividades como alternativas empresariais, tais como a procura de ouro na Amazônia, em associação com o grupo IB Sabbá e a prestação de serviços de drenagem não só de ouro, como em Sabará, MG, como também o desaçoreamento de rios e canais. Em 1978 é criado o grupo CMP Holding Empresarial que realizou várias mudanças e adaptações, a nova administração está executando uma reforma mais ampla e vários projetos estão em andamento

Geologia Regional

A Mina da Passagem se localiza dentro da área geológica mais conhecida do Pré-Cambriano Brasileiro, a do Quadrilátero Ferrífero. Espacialmente, a associação Ouro-Ferro nesta região central do Estado de Minas Gerais é uma constante e constitui um fenômeno metalogenético singular. Geogáfica e geologicamente, a Mina da Passagem se localiza no extremo sudeste do Quadrilátero Ferrífero.

Lago dentro da mina           Lake inside the mine

A área do Quadrilátero Ferrífero, com apenas cerca de 7.200 km2, mostra-se como um "Oásis Geológico", cercado de um ambiente pré-existente, de natureza "vulcanogênica" direta ou indireta, ou por espessas sequências "vulcano-sedimentares" metamorfisadas.

No momento o que pode-se dizer é que o quadro geológico e estrutural, em cujo contexto se situa a jazida de Passagem, é mais complexo do que de antemão costumava ser apregoado. O que existe sobre ele é um conhecimento que pode ser tido como superficial, empírico e, sobretudo, mal formulado.

Minas e Jazidas

As minas e jazidas de ouro e ferro aqui referidas se encontram dentro da área do manifesto 6/35, propriedade da C.M.P., que começa a oeste da Mina Velha, passa por Mariana, MG, e vai até a Mina do Morro de Santana, com extensão superior a oito kilômetros. Em Passagem e Morro de Santana, dentro da área do Manifesto 6/35, localizam-se as minas de ouro do Fundão - Santo Antônio, Mina Velha ou Mina Grande, Mata Cavalos e Morro de Santana, além dos aluviôes auríferos dos ribeirões do Carmo e Canela. O ouro da Mina da Passagem titula 85% e o minério produz 6 Kg de anidrido arsenioso por tonelada.

Região Aurífera

A maior área aurífera dentro da C.M.P. é aquela represemtado pelo conjunto denominado "Mina Velha" ou "Mina Grande". Outra zona aurífera peculiar dentro da área da C.M.P está ao norte, representada na Mata do Cavalo e Morro Redondo. Esta zona situa-se logo na continuidade norte da Mina Grande, ainda sobre a margem direita do Ribeirão do Carmo, antes do ponto onde este transpõe as estruturas N-S para, logo após, cruzar a cidade de Mariana, MG.

Draga no ribeirão         Dragging in the stream